+ - L T

Notícias

10º CNP

08/04/2019




10º Congresso Regional da Psicologia elege 22 delegadas para o 10º CNP  

Realizada nos dias 04 e 05/04, no Hotel Ritter em Porto Alegre, a 10º edição do Congresso Regional da Psicologia contou com a participação de 75 delegadas/os e oito representantes estudantis eleitas/os nos Pré-Congressos realizados em 15 cidades pelo estado.

A mesa de abertura, na tarde de sexta-feira, 04/04, contou com a participação da conselheira presidente do CRPRS, Silvana de Oliveira, que em sua fala desejou “um debate rico, potente, que ajude a Psicologia a avançar como profissão”. Logo em seguida, a presidente da Comissão Organizadora do 10º Corep, Fernanda Fioravanzzo, e a conselheira Andrielli Bastos, integrante da Comorg, fizeram a leitura do regimento interno, submeteu-o à aprovação do Plenário.

Na sequência, foi eleita a mesa diretiva, responsável pela condução dos trabalhos durante os dois dias, Carla Bottega (titular) e Cleon Cerezer (suplente) na coordenação; Fernanda Fioravanzzo (titular) e Andrielli Bastos (suplente) na secretaria; Elisangela Zanelatto (titular) e Regina Jungles (suplente) na relatoria. Logo após, as/os participantes se dividiram em grupos, para trabalhar nas propostas dos três eixos: Eixo 1 - Organização democrática e representativa do Sistema Conselhos; Eixo 2 - O diálogo da Psicologia com a sociedade brasileira e suas relações com a democracia e direitos humanos; Eixo 3 - Do Exercício Profissional.

No sábado, os grupos de trabalho deram continuidade à discussão e à seleção de propostas. No final da manhã, teve início a Plenária, na qual os/as presentes analisaram as propostas selecionadas pelos grupos. Dez propostas de cada eixo, de âmbito nacional, foram eleitas como prioritárias e serão levadas ao 10º Congresso Nacional de Psicologia, que acontece de 30/05 a 02/06, em Brasília, e tem como tema "O (im)pertinente compromisso social da Psicologia na resistência ao Estado de exceção e nas redes de relações políticas, econômicas, sociais e culturais". As demais propostas nacionais aprovadas pelo Plenário do 10º Corep foram alteradas para âmbito regional e, juntamente com as propostas regionais aprovadas, irão compor o Caderno Regional de Propostas que nortearão o trabalho do próximo grupo de psicólogas/os que assumirá a gestão do CRPRS.

A Plenária do 10º Corep aprovou moção de apoio à nota publicada pelo CRPRS em 04/12/2018 contrária à criação de cursos de graduação em Psicologia que funcionem 100% à distância.    

As propostas nacionais aprovadas no 10º Corep serão defendidas pelas/os 22 delegadas/os eleitos/as pela Plenária do Corep e pelas duas representantes estudantis escolhidas entre as/os estudantes:

Delegadas/os eleitas/os:

1)   Thiago Dos Santos Alves
2)   Andriélli Flores Fernandes Bastos
3)   Fernanda Facchin Fioravanzo
4)   Graciela Seibt Licks
5)   Ari Gomes Pereira Junior
6)   Daniel Araujo Dos Santos
7)   Mariane Teixeira Netto Rodrigues
8)   Patricia de Moraes Silva
9)   Dieime Reis Castoldi
10) Bruno Graebin de Farias
11) Tatiane Baggio
12) Patricia Sandri
13) Vanessa Azambuja de Carvalho
14) Maiton Bernardelli
15) Samantha Torres
16) Giovani Cantarelli
17) Vera Lucia Escobar Alves
18) Dirce Teresinha Tatsch
19) Regina Pereira Jungles
20) Gelci de Lima Nunes Milech
21) Maynar Patricia Vorga Leite
22) Gilberto Gerson

Suplentes eleitas/os:

1) Eliana Sardi Bortolon
2) Tiago Aguirre Pereira
3) Kidia Suzana Leite da Rosa
4) Rosamaris Cargnin de Moraes
5) Simone Bello Alves
6) Edmundo Moraes Bitencourt

Representantes estudantis eleitas:

1) Daniele Zanoni
2) Kerstyn Dreus Dalmeyer

Ao final do evento, a Comissão Regional Eleitoral apresentou as duas chapas inscritas que disputarão a nova gestão do CRPRS nas Eleições 2019 do Sistema Conselhos. As candidaturas ainda serão avaliadas e homologadas. Informações sobre o processo eleitoral estão disponíveis em crprs.org.br/eleicoes

Em breve, o CRPRS irá disponibilizar arquivo com as propostas aprovadas no Corep, tanto em âmbito nacional como regional.

O (im)pertinente compromisso social da Psicologia

Com base no tema do 10º Congresso Nacional da Psicologia "O (im)pertinente compromisso social da Psicologia na resistência ao Estado de exceção e nas redes de relações políticas, econômicas, sociais e culturais", psicólogas/os delegadas/os no Congresso Regional da Psicologia compartilharam suas opiniões.

Vera Lúcia Alves, delegada de Porto Alegre, acredita que a Psicologia tem um papel fundamental no convívio entre as pessoas. “A Psicologia tem um compromisso social muito grande na medida em que ela lida com comportamentos. Por conta disso é atribuída a nós a responsabilidade de trabalhar em cima das condutas pessoais de cada ser”, destacou.

Para Patrícia Sandri, delegada representante de Porto Alegre, a Psicologia tem um compromisso direto com a preservação da vida e com a promoção da saúde. “É fundamental que ela possa estar inserida em todos os passos do comportamento humano e que nós, psicólogos, estejamos pensando sobre as condutas deste individuo de uma forma ética e profissional, dentro de todas as questões que nos são orientadas pelo próprio Conselho Regional de Psicologia.”

“A/O psicóloga/o precisa em todos os âmbitos seja na clínica, na escola, com a formação de pessoas e crianças trabalhar a questão da empatia. Que a gente possa trabalhar nisto quanto humanidade, que a gente possa orientar as pessoas para que elas trabalhem dentro delas como é se colocar no lugar do outro, como é estar lidando com seres humanos, trabalhar para a humanização das atitudes”, aponta Isadora Coimbra, delegada de Uruguaiana.

Bárbara Duarte, delegada de Porto Alegre, acredita que a Psicologia tem o papel de diminuir as desigualdades do país: “O nosso compromisso é trabalhar pela diminuição das desigualdades, trabalhar pela dignidade humana”.

A estudante de Psicologia da Faculdade da Serra Gaúcha (FSG) Daniele Zanoni, de Caxias do Sul, acredita que o compromisso social da Psicologia está ligado ao respeito às diferenças de cada ser humano. “Eu acho que o compromisso da Psicologia é intensificar dentro de cada um de nós a importância de ser quem a gente é e de auxiliar a pessoa a entender que ela não precisa necessariamente ser um ideal para as outras pessoas e sim para si mesmo”, relatou a futura profissional.  

Busca de notícias:

  • 10º Congresso Nacional da Psicologia
  • Carta de Serviços do CRPRS
  • Dia da/o Psicóloga/o 2018
  • Diversidade
  • O seu terapeuta é psicólogo?
  • Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 70 anos