+ - L T

Notícias

Direitos Humanos

09/08/2017




Nota de repúdio condena agressão contra diversidade sexual  

O Conselho Regional de Psicologia do Rio Grande do Sul (CRPRS) vem a público manifestar seu repúdio por mais um caso de violência contra a diversidade sexual registrado em Porto Alegre, o que agrava ainda mais a situação de preconceito contra pessoas LGBT.

A agressão contra o psicólogo Marcus Vinício Soares Beccon e seu companheiro Raul Silveira Weiss, na madrugada de sábado (5), expõe mais uma vez o cotidiano de perseguição e de violência a que estão submetidas as populações marginalizadas do ponto de vista da sexualidade e gênero, independentemente da sua atividade profissional e da sua condição social.

O CRPRS se solidariza com as inúmeras pessoas que vivenciam situações semelhantes no seu dia a dia. Casos de violência relativas a diversidade sexual não são, em sua maioria, notificados nos canais públicos ou mesmo noticiados pela mídia. No momento em que há uma comoção pública em relação a mais essa denúncia de agressão, este Conselho vem a público expressar sua indignação em relação aos atos violentos motivados por diversidade sexual.

Defendemos enfaticamente a criminalização da injúria motivada por preconceito contra a diversidade sexual e de gênero, assim como já ocorre com manifestações de cunho racista, como forma de visibilizar o preconceito contra gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e travestis – especialmente nas populações expostas a situações de vulnerabilidade social.

O CRPRS entende também que o respeito à diversidade sexual se insere no rol dos direitos humanos. Nesse sentido, o combate ao preconceito contra a população LGBT é um dos compromissos desta instituição com a sociedade, amparada na Resolução CFP 001/1999 que conceitualiza as orientações sexuais e de gênero como parte da identidade e da diversidade dos sujeitos humanos.

Porto Alegre, 8 de agosto de 2017

Conselho Regional de Psicologia do Rio Grande do Sul

Busca de notícias:

  • A Psicologia faz a diferença
  • Sites credenciados para atendimento online
  • Diversidade