+ - L T

Notícias

Visita ao CRPRS

04/04/2018




Primeira Visita ao CRPRS de 2018 contou com mais de 60 estudantes  

A primeira edição do projeto Visita ao CRPRS, realizada na terça-feira (03/04) à noite, recebeu um contingente de 64 estudantes de Psicologia – a maioria dos últimos semestres do curso – que puderam se informar sobre os desafios que terão a partir da formatura. O objetivo do projeto é apresentar aos estudantes a estrutura do CRPRS e do Sistema Conselhos, suas instâncias deliberativas, comissões e grupos de trabalho, instalações, áreas e setores.

O encontro reuniu alunos das faculdades de Psicologia da Unilasalles (Canoas), IPA, PUCRS, Fadergs e Universidade Federal de Ciências da Saúde (Ufcspa), todas de Porto Alegre, além de estudantes do centro universitário e faculdades Uniftec, com sede em Caxias do Sul.

Na sua explanação aos estudantes, o conselheiro Bruno Graebin de Farias destacou o papel político que o CRPRS representa para a categoria nos diferentes espaços sociais de atuação de psicólogas/os. “Temos uma enorme pluralidade de intervenções e interesses durante o exercício profissional. Nosso papel é perceber que algo nos une e catalisar esse interesse comum nos espaços institucionais e nos eventos que debatem a Psicologia”, afirmou.

O coordenador da Área Técnica do Conselho, Lucio Fernando Garcia, valorizou a mediação entre profissionais e sociedade realizada pelo CRPRS. Segundo ele, mais do que uma defesa institucional da profissão, o CRPRS deve atuar em prol da ciência, da ética e da legislação. “Não atuamos de forma corporativista, mas para zelar pela saúde pública”, disse.

Garcia também se referiu ao papel fiscalizador do órgão e afirmou que o Conselho deve estimular os agentes públicos a participarem desse processo de salvaguarda da população. “Precisamos nos conscientizar de nossa atividade interfere na vida das pessoas. Então, temos de ter referências técnicas e éticas muito sólidas”, afirmou. E provocou os estudantes a exercitarem esse compromisso desde a vida acadêmica. 

Responsável pelo Setor de Cadastro, Renata Severgnini lembrou às/os estudantes sobre a possibilidade de registro provisório, quando a/o aluna/o não recebe o diploma na hora da colação de grau, e sobre as obrigações legais dos profissionais registrados, como pagamento de anuidades, manutenção de cadastro atualizado e informação sobre o escopo legal do Sistema Conselhos.

“O registro no CRPRS pode ser feito a qualquer tempo depois da colação de grau. Por isso é importante relacionar uma atividade profissional à obtenção do registro, já que a inscrição gera despesas”, explicou.

Mais informações e agendamentos em crprs.org.br/visitaaocrp.

 

Busca de notícias:

  • Encontro Gaúcho da Psicologia
  • O seu terapeuta é psicólogo?
  • No seu local de trabalho tem psicóloga/o?
  • A Psicologia faz a diferença
  • Diversidade
  • Sites credenciados para atendimento online