+ - L T

Notícias

Direitos Humanos

27/01/2017




“Identidade de gênero e visibilidade trans” é tema de capacitação interna no CRPRS  

O CRPRS promoveu, na tarde da sexta-feira, 27/01, uma capacitação interna para funcionários/as e conselheiros/as do CRPRS com a temática “Identidade de gênero e visibilidade trans”.  A iniciativa teve como objetivo debater as dúvidas da equipe do CRPRS, bem como aprimorar o atendimento ao público já que, em breve, todos/as os/as psicólogos/as inscritos/as poderão indicar, em seu cadastro, sua identidade de gênero. Além disso, a inclusão do nome social na carteira profissional é um direito dos/as psicólogos/as garantido pela Resolução do CFP nº 014/2011. O evento foi promovido também em alusão ao Dia da Visibilidade Trans, lembrado no dia 29 de janeiro.

Os/as conselheiros/as do CRPRS Ângelo Brandelli Costa e Priscila Pavan Detoni conduziram o encontro e discutiram sobre qual foi o papel da Psicologia ao longo da história com relação ao assunto, destacando a importância de que se pense gênero para além de uma visão binária (masculino/feminino, homem/mulher) e de uma forma menos excludente. “Por muito tempo a Psicologia olhou para os sujeitos com um olhar corretivo e pensando em terapias de reversão. Precisamos pensar em formas de diminuir esse estigma que também ajudamos a construir”, apontou Priscila.

Nesse sentido, Ângelo fez um breve resgate histórico sobre como a questão das identidades trans tem sido compreendida no Código Internacional de Doenças e na Psicologia, destacando as dificuldades de acesso à saúde por essa população. Ele apontou, ainda, alguns avanços no sentido da despatologização das identidades trans, como mudanças em classificações que sairão do capítulo de “doenças mentais” e passarão para o de “saúde sexual geral”, por exemplo.

Funcionários/as e conselheiros/as do CRPRS também foram orientados/as sobre como prestar o acolhimento de forma inclusiva e não discriminatória. “O mais importante é que se pense em como humanizar e facilitar o processo de acesso ao serviço por essa população, bem como reparar o estigma construído ao longo do tempo”, avaliou Priscila.

O Dia da Visibilidade Trans, comemorado no próximo domingo, celebra o reconhecimento positivo das pessoas trans (travestis, transexuais, transgêneros) e marca a importância do enfrentamento às diversas formas de discriminação às quais essa população está sujeita.

Busca de notícias:

  • Sites credenciados para atendimento online
  • O racismo tem dessas coisas
  • 9º CNP